Sadev Oryx lidera após seis horas muito animadas

Foto: © ACP Motorsport

O Sadev Oryx com o número 3 pilotado por Francis Lauilhe, Pierre Marie Lauilhe, Louis Lauilhe e Philippe Berruer está na primeira posição das 24 Horas TT Vila de Fronteira, cumpridas que estão as primeiras seis horas de corrida. A formação francesa arrancou do quinto lugar mas andou sempre entre os primeiros classificados. À passagem pela quinta hora passou para a frente da classificação geral e cumpriu o primeiro quarto da prova com uma distância superior a quatro minutos para segundo e terceiro classificados.
Na segunda posição surge a primeira formação portuguesa. A Mitsubishi L200 pilotada por José Lopes, Sérgio Batista, José Dimas e Emanuel Sousa imprimiu um ritmo muito consistente nesta fase inicial e subiu gradualmente na classificação. Contudo, está pressionada pelo AC Nissan Proto de Alexandre Andrade, Cédric Duplé, Yann Morizee  Miguel Campos que à passagem pela 26ª volta, estava a 11,57s da equipa que estava à sua frente.
O carro inscrito pela família Andrade saiu da pole-position e liderou durante as primeiras cinco horas de prova, apesar de alguns percalços. Contudo, e depois de um acidente que levou à interrupção da corrida durante cerca de 1h30, a equipa teve de parar na box para resolver um problema relacionado com a transmissão do carro e caiu na classificação. Do acidente resultaram alguns feridos prontamente socorridos pelas equipas de socorro da organização.
A completar o top-5 estão o Mitsubishi Pajero da equipa da Letónia liderada por Igor Skoks e o Bowler Wildcat de Filipe Correia, Paulo Pinto, Nuno Tordo e João Rato. São quarto e quinto, respectivamente.
Destaque para a prova regular e em crescendo de Alexandre Franco, Pedro Grancha, Bruno Sá e Luís Queiroz. Ao fim de seis horas, estão na sexta posição e lideram a classificação da categoria T2 com a Nissa Navara.
Menos bem está o vencedor da edição de 2014. O Caze Nissan Buggy de Jean Cristophe Brochard, Stéphane Santucci e Mickael Caze ocupa o 14º posto. Nota também para o Mitsubishi Pajero de Alejandro Martins, Ricardo Porém, Paulo Marques e João Rosa. Apesar de partir como o melhor carro luso, cedo teve de parar para trocar a caixa de velocidades e afundou-se na classificação.
O Sadev Oryx com o número 3 pilotado por Francis Lauilhe, Pierre Marie Lauilhe, Louis Lauilhe e Philippe Berruer está na primeira posição das 24 Horas TT Vila de Fronteira, cumpridas que estão as primeiras seis horas de corrida. A formação francesa arrancou do quinto lugar mas andou sempre entre os primeiros classificados. À passagem pela quinta hora passou para a frente da classificação geral e cumpriu o primeiro quarto da prova com uma distância superior a quatro minutos para segundo e terceiro classificados.

Na segunda posição surge a primeira formação portuguesa. A Mitsubishi L200 pilotada por José Lopes, Sérgio Batista, José Dimas e Emanuel Sousa imprimiu um ritmo muito consistente nesta fase inicial e subiu gradualmente na classificação. Contudo, está pressionada pelo AC Nissan Proto de Alexandre Andrade, Cédric Duplé, Yann Morizee Miguel Campos que à passagem pela 26ª volta, estava a 11,57s da equipa que estava à sua frente.

O carro inscrito pela família Andrade saiu da pole-position e liderou durante as primeiras cinco horas de prova, apesar de alguns percalços. Contudo, e depois de um acidente que levou à interrupção da corrida durante cerca de 1h30, a equipa teve de parar na box para resolver um problema relacionado com a transmissão do carro e caiu na classificação. Do acidente resultaram alguns feridos prontamente socorridos pelas equipas de socorro da organização.

A completar o top-5 estão o Mitsubishi Pajero da equipa da Letónia liderada por Igor Skoks e o Bowler Wildcat de Filipe Correia, Paulo Pinto, Nuno Tordo e João Rato. São quarto e quinto, respectivamente.

Destaque para a prova regular e em crescendo de Alexandre Franco, Pedro Grancha, Bruno Sá e Luís Queiroz. Ao fim de seis horas, estão na sexta posição e lideram a classificação da categoria T2 com a Nissa Navara.

Menos bem está o vencedor da edição de 2014. O Caze Nissan Buggy de Jean Cristophe Brochard, Stéphane Santucci e Mickael Caze ocupa o 14º posto. Nota também para o Mitsubishi Pajero de Alejandro Martins, Ricardo Porém, Paulo Marques e João Rosa. Apesar de partir como o melhor carro luso, cedo teve de parar para trocar a caixa de velocidades e afundou-se na classificação.

28 de Nov de 2015

 

Bookmark and Share

 

Patrocínios