Mais de 350 pilotos na grande festa do TT

Foto: © ACP Motorsport

 

A 18ª edição das 24 Horas TT Vila de Fronteira promove a reunião de várias dezenas de equipas e mais de três centenas de pilotos. No total, são 357 concorrentes que se juntaram em conjuntos de três, quatro ou cinco e constituíram as formações que arrancaram para a grande festa do todo-o-terreno nacional.
Dos 357 pilotos inscritos nesta edição, 27 participaram nas 3 Horas TT Vila de Fronteira, prova exclusiva para UTV/Buggy que se realizou durante a manhã de hoje e em que António Ferreira e Rui Serpa ganharam.
Nesta edição, o Terródromo de Fronteira recebeu pilotos de nove nacionalidades. Angola, Bélgica, Brasil, França, Holanda, Itália, Letónia, Polónia e Portugal são os países representados, com a bandeira portuguesa a ser, de longe, a mais representada. No total, 72 por cento dos pilotos participantes na prova de 24 horas são portugueses. A segunda nacionalidade mais representada é a francesa, com 22,5 por cento. Itália é o terceiro país com mais piloto mas a uma distância considerável dos dois primeiros. Representa apenas 1,5 por cento do total de participantes.

A 18ª edição das 24 Horas TT Vila de Fronteira promove a reunião de várias dezenas de equipas e mais de três centenas de pilotos. No total, são 357 concorrentes que se juntaram em conjuntos de três, quatro ou cinco e constituíram as formações que arrancaram para a grande festa do todo-o-terreno nacional.

 

Dos 357 pilotos inscritos nesta edição, 27 participaram nas 3 Horas TT Vila de Fronteira, prova exclusiva para UTV/Buggy que se realizou durante a manhã de hoje e em que António Ferreira e Rui Serpa ganharam.

Nesta edição, o Terródromo de Fronteira recebeu pilotos de nove nacionalidades. Angola, Bélgica, Brasil, França, Holanda, Itália, Letónia, Polónia e Portugal são os países representados, com a bandeira portuguesa a ser, de longe, a mais representada. No total, 72 por cento dos pilotos participantes na prova de 24 horas são portugueses. A segunda nacionalidade mais representada é a francesa, com 22,5 por cento. Itália é o terceiro país com mais piloto mas a uma distância considerável dos dois primeiros. Representa apenas 1,5 por cento do total de participantes.

28 de Nov de 2015

 

Bookmark and Share

 

Patrocínios